Decorar360

Posted on

Programação online do Sesc 24 de Maio atrelada à mostra ‘Infinito Vão: 90 anos de Arquitetura Brasileira’ continua em maio

Disponível no Youtube, Facebook e Instagram do Sesc 24 de Maio, programação contempla bate-papos com coletivos de arquitetura, além de cursos e oficinas – todas as ações já ocorridas ficam disponíveis para acesso pelas redes da unidade

 

O Sesc 24 de Maio oferece ao público uma programação online composta por bate-papos, cursos e oficinas atreladas à exposição Infinito Vão: 90 Anos de Arquitetura Brasileira. As atividades são gratuitas e acontecem por meio das redes sociais da Unidade ( Youtube Facebook Instagram ). Iniciada em março, a programação que já ocorreu continua disponível para acesso nas redes da unidade.
 

As atividades agendadas para as próximas semanas são o bate-papo Pensar a cidade: Qual acessibilidade? Intervenções Urbanas: Por um território acessível (4 de maio), com o rapper paulistano cadeirante Billy Saga e a educadora e consultora de acessibilidade cultural Daina Leyton, o workshop Arquitetura, Arte e Educação: Expografia para educadores (13 a 27 de maio) e duas edições de um ciclo de debates com Coletivos de Arquitetura brasileiros. O primeiro, com o tema Aprender | Práxis (19 de maio), reúne representantes da Escola Livre de Arquitetura e do Atelier Azul Pitanga. Já o segundo, com o tema Situar | Incorporação (9 de junho), terá participação de Raiça Bonfim, Gameleira Artes Integradas/ BA e Carmen Morais, do Núcleo Aqui Mesmo/SP. Os debates são mediados por Marcella Arruda e Marina Frúgoli.
 

Visando a diminuição do risco de contágio e propagação do Covid-19, conforme as orientações do Governo do Estado de São Paulo sobre a mudança para fase vermelha do Plano São Paulo, as unidades do Sesc suspenderam temporariamente as visitas presenciais a todas as exposições.
 

Confira a seguir a programação online completa:
 

Pensar a cidade: Qual acessibilidade? Intervenções Urbanas: Por um território acessível

Nessa conversa, o rapper paulistano cadeirante Billy Saga e a educadora e consultora de acessibilidade cultural Daina Leyton compartilham com os participantes ações – intervenções artísticas, transformações institucionais, políticas públicas – que anunciam a necessidade de garantir o direito de ir e vir de todas as pessoas. O bate-papo conta com recursos de audiodescrição e libras.
 

Billy Saga é rapper paulistano cadeirante, publicitário e artista plástico. Aborda, nas entrelinhas de suas músicas com temas diversos, o direito das pessoas com deficiência. As letras de Billy trazem à tona o tema da resistência, com a reflexão sobre o combate à exclusão social, historicamente ressaltada pelo racismo, preconceito e violência às minorias desfavorecidas.
 

Daina Leyton é educadora, professora, psicóloga e consultora de acessibilidade cultural. Idealizadora da acessibilidade do Museu de Arte Moderna de São Paulo (2010-2020) e professora convidada nos cursos de acessibilidade cultural da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi curadora do programa Poéticas do Acesso do Sesc Belenzinho (2018), Organizou e integrou a comissão científica do 6º Congresso Internacional de Educação e Acessibilidade em Museus e Patrimônio. Idealiza e desenvolve ações culturais que contemplam diversos públicos, promovem a sensibilização e a tomada de consciência para a vida em uma sociedade pluralista.
 

04/05 – terça – 19h às 21h. Plataforma Teams. Classificação: 16 anos. Vagas limitadas. Gratuito.
 

Inscrições prévias em inscricoes.sescsp.org.br a partir da semana anterior ao curso
 

Arquitetura, Arte e Educação: Expografia para educadores

Encontros que visam introduzir elementos básicos da concepção, planejamento e implementação de projetos de exposição e contextualizar esses conteúdos em relação a práticas educativas em museus e centros culturais, bem como em sala de aula. Este curso será ministrado pelo professor doutor em Artes, Matias Monteiro.
 

Matias Monteiro é Doutor em Arte pela Universidade de Brasília. Atua como artista, curador, professor e na concepção e coordenação de programas educativos em museus e centros culturais.
 

13/5 a 27/5 – terças e quintas – 19h às 21h. Plataforma Teams. Classificação: 18 anos. Vagas limitadas. Gratuito.

Inscrições prévias em inscricoes.sescsp.org.br a partir da semana anterior ao curso
 

Bate-papos ao vivo – Ciclo de Debates com Coletivos de Arquitetura brasileiros
 

Como parte da programação educativa da Exposição Infinito Vão, o Ciclo de Debates, com encontros virtuais no formato de transmissões ao vivo, acontecem uma vez por mês, até junho de 2021, com os temas: Brincar, Regeneração, Identidade, Patrimônio Vivo, Práxis e Incorporação. Cada encontro conta com a presença de duas ou dois convidadas/os que atuam em coletivos de arquitetura, ou como agentes culturais que dialogam e constituem territórios em diferentes cidades ao redor do país, majoritariamente nas periferias, ou em centros urbanos junto a grupos sociais.
 
Aprender | Práxis

Neste bate-papo o público poderá conversar com representantes da Escola Livre de Arquitetura e do Atelier Azul Pitanga sobre o aprender ao construir: experiências imersivas de aprendizagem sobre o espaço e os modos de habitar junto, além da desestruturação de hierarquias da aprendizagem e criação de territórios educativos. Com André Moraes, do Atelier Azul Pitanga/PE e Luciana Marson Fonseca, da Escola Livre de Arquitetura / RS.
 

19 de maio, quarta-feira, às 19h. No YouTube e Facebook do Sesc 24 de Maio. Classificação Livre. Gratuito.
 

Situar | Incorporação

Neste ciclo o público online é convidado a participar da conversa sobre a situação como meio de criação de espacialidades temporárias: intervenções efêmeras que operam a partir da escuta, do improviso e do encontro dos corpos. Com Raiça Bonfim, Gameleira Artes Integradas/ BA e Carmen Morais, do Núcleo Aqui Mesmo/SP.
 

9 de junho, quarta-feira, às 19h. No YouTube e Facebook do Sesc 24 de Maio. Classificação Livre. Gratuito.
 

Sobre as mediadoras do Ciclo de Debates

Marcella Arruda é artista transdisciplinar de São Paulo, arquiteta e urbanista pela Escola da Cidade, estudou na Royal Academy of Arts em Den Haag (NL) e Design em Permacultura na Casa da Cidade (SP). Através de instalações, intervenções arquitetônicas, performances e programas pedagógicos, explora as relações entre corpo e território. Realizou encontros culturais como o EME3 SP na X Bienal de Arquitetura de São Paulo, Virada Sustentável, Mostra Ecofalante, Brechas Urbanas no Itaú Cultural, Architecture for Autonomy / Arquitetura para Autonomia na 16a Bienal de Veneza (2018) e com apoio do CAU (2019). Co-organizou o laboratório virtual Comuns: desvendando processos na América Latina. Atualmente é diretora de Projetos do instituto A Cidade Precisa de Você .
 

Marina Frúgoli é curadora e arquiteta urbanista formada pela FAU-USP, com estudos complementares na Amsterdam Academy of Architecture. Realiza pesquisas e exposições nas intersecções entre os campos da arquitetura, urbanismo, fotografia, performance, arte indígena e arte contemporânea. Elaborou exposições e catálogos do Instituto Moreira Salles, Itaú Cultural, Tokyo Teien Metropolitan Museum, Sítio Roberto Burle Marx, Intermuseus e OMA Galeria. Co-organizou o laboratório virtual Comuns: desvendando processos na América Latina. É curadora da Coleção BEI.
 

Além destas, na playlist Infinito Vão, no canal de Youtube do Sesc 24 de Maio, você pode conferir o acervo audiovisual da programação educativa integrada à Exposição.
 

A Exposição
 

Com curadoria de Fernando Serapião e Guilherme Wisnik, a mostra Infinito Vão: 90 anos de Arquitetura Brasileira traz ao público um recorte da história da arquitetura nacional por meio de obras e projetos arquitetônicos de 96 figuras emblemáticas do setor, como Lina Bo Bardi, Lucio Costa, Oscar Niemeyer, Vilanova Artigas e Paulo Mendes da Rocha. Entre março e junho, o núcleo educativo da unidade oferece pelas redes sociais (Youtube, Facebook e Instagram) do Sesc 24 de Maio uma série de bate-papos, cursos e oficinas gratuitas.
 

O recorte curatorial da exposição compreende desde os anos 1920, marcados pela Semana de Arte Moderna de 1922, até os dias atuais. A mostra convida o visitante a conhecer e refletir sobre a liberdade de criação trazida pela modernidade e pela contemporaneidade advindas de novas perspectivas artístico-culturais em contraponto à arquitetura clássica, influenciada por construções europeias.
 

Exposta entre 2018 e 2019 na Casa de Arquitectura, em Matosinhos (Portugal), Infinito Vão é realizada pela primeira vez em território brasileiro e reúne obras e documentos desde o projeto da primeira Casa Modernista de Gregori Warchavchik, passando pelos movimentos ligados ao “Direito à Cidade” e ao emaranhado de coletivos e ocupações que discutem o tema da habitação nos anos 2010.
 

Curadoria da Exposição: Fernando Serapião e Guilherme Wisnik
Local: Sesc 24 de Maio – Centro, São Paulo, SP.
Período expositivo: Até 27 de junho de 2021
Acompanhe nossas redes:

 

foto | Karin Yuri

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.
*
*